Busca também nas bulas
GINOVET EFERVESCENTE 2TABLETES
Descrição: GINOVET EFERVESCENTE 2TABLETES
Grupo: PRODUTOS VETERINARIOS
Sub-grupo: ANTIMICROBIANOS
Categoria: ANTIB./ANTI-SEP./INFUSAO
Embalagem: 144 Unidades
BULA
FÓRMULA:
Cada tablete com 7 g contém:
Cloridrato de tetraciclina .................................. 1,0g
Excipiente efervescente .................................. 7,0g

INDICAÇÕES:
GINOVET TABLETES EFERVESCENTES é indicado no combate aos principais agentes causadores das endometrites e vaginites em:
- Vacas: Causados por Streptococcus sp, Corynebacterium sp, Bacillus anthracis, E. coli, Actinomyces pyogenes, Klebsiella ssp, Fusobacterium necrophorum, Brucella abortus, algumas espécies de Proteus e Pseudomonas.
- Éguas: Causados por Streptococcus zoepidermicus, Klebsiella pneumoniae, Corynebacterium equii, Haemophylus equigenitalis.
- Porcas: Causados por Staphylococcus hyicus, Streptococcus sp, E. coli, Klebsiella ssp, espécies deMicoplasma.
- Ovelhas: Causados principalmente por Campilobacter, Brucella ovis.
Também é indicado como agente preventivo de infecções do endométrio na retenção de placenta; após cesarianas; nos partos distócicos ou quando houver auxílio obstétrico; nas fetotomias e nos partos normais quando as condições de higiene forem deficientes.

DOSAGEM:
GINOVET TABLETES EFERVESCENTES deve ser introduzido na cavidade uterina ou no trato genital, utilizando-se a luva plástica e mantendo a devida assepsia.

I - VACAS E ÉGUAS:
A) Tratamento:
- Endometrites: Introduzir na cavidade uterina 2 tabletes por dia, até cura completa.
- Vaginites: 1 tablete por dia até remissão do processo.
B) Controle:
- Na retenção de placenta: Após 12 horas, 2 a 3 tabletes distribuídos pela cavidade uterina, entre endométrio e as secundinas. Se necessário, repetir no 3º, 6º e 9º dia.
Após o parto ou fetotomia: Introduzir no útero 1 a 2 tabletes.

II- OVELHAS E PORCAS:
A) Tratamento:
- Endometrites: Introduzir na cavidade uterina 1 tablete por dia, até cura completa.
- Vaginites: 1 tablete por dia, até remissão do processo.

B) Controle:
- Na retenção de placenta: Após 12 horas, 1 tablete na cavidade uterina, entre endométrio e as secundinas. Se necessário, repetir no 3º, 6º e 9º dia.
- Após o parto ou fetotomia: Introduzir no útero 1 tablete.
Qualquer alteração na posologia e modo de usar fica a critério do Médico Veterinário.

ADMINISTRAÇÃO:
Uso intrauterino.

PRECAUÇÕES:
- O uso das Tetraciclinas, bem como de antibióticos de amplo espectro, pode induzir a resistência em patógenos não suscetíveis.
- Deve-se considerar os esquemas posológicos cuidadosamente a fim de evitar ocorrência de microorganismos multirresistentes.
- Não há referências sobre a ocorrência de efeitos tóxicos, principalmente sobre o trato gastrintestinal, além de fotossensibilização conseqüente ao uso intra-uterino das Tetraciclinas.

PERÍODO DE CARÊNCIA:
- Não fazer uso em vacas lactantes.
- Não abater os animais para consumo humano antes de decorridos 22 dias de suspensão do tratamento.

APRESENTAÇÃO:
Envelopes de 2 tabletes cada um.

EMBALAGEM:
24 envelopes
Powered by Doctus Tecnologia. Todos os direitos reservados.