Busca também nas bulas
AMPICILINA ORAL PO 50GR
Descrição: AMPICILINA ORAL PO 50GR
Grupo: PRODUTOS VETERINARIOS
Sub-grupo: ANTIMICROBIANOS
Categoria: ANTIB./AMPICILINA/ORAL
Embalagem: 24 Unidades
BULA
FORMULA:
CADA FRASCO CONTÉM
Ampicilina Anidra .................……………………………..1,5 g
Excipiente q.s.p………...................…………………..50,0 g

Ampicilina ou ácido 6-[D-alfa-aminofenilacetamido] penicilânico é um antibiótico bactericida, semi-sintético, derivado do núcleo fundamental das penicilinas, o ácido 6-amino-penicilânico.

A Ampicilina anidra é bem absorvida pelo trato gastrintestinal. A Ampicilina é geralmente bem distribuída pelos órgãos, atingindo níveis terapêuticos nos rins, fígado, coração, pele, pulmões, intestinos, bile, ossos, próstata, peritônio e fluido sinovial. A penetração no líquido cefalorraquidiano e nos olhos ocorre somente em casos de inflamação.

A Ampicilina liga-se às proteínas plasmáticas para sua distribuição em aproximadamente 20%, principalmente à albumina. A Ampicilina é rapidamente e largamente excretada sob a forma ativa na urina, via filtração glomerular e secreção tubular. Uma pequena parte da droga é metabolizada, por hidrólise, para o ácido penicilóico (inativo), o qual é excretado pela urina.

INDICAÇÕES DO PRODUTO:
Em Equídeos: Infecções dos tratos geniturinário, respiratório, digestivo, além de outras localizadas ou sistêmicas causadas por: Enterococcus spp, Shigella spp, Escherichia coli (colibacilose), Salmonella spp, Staphylococcus spp (não produtores de penicilinase), Streptococcus spp, Haemophilus spp, Corynebacterium spp, Proteus spp, Leptospira spp, Pasteurella spp, Klebsiella spp e Clostridium spp (tétano, botulismo).

Em Suínos: Infecções dos tratos geniturinário, respiratório, digestivo, além de outras localizadas ou sistêmicas causadas por: Enterococcus spp, Shigella spp, Escherichia coli (colibacilose), Salmonella spp (paratifo dos leitões), Staphylococcus spp (não produtores de penicilinase), Streptococcus spp, Haemophilus spp, Corynebacterium spp, Proteus spp, Leptospira spp, Pasteurella spp (pasteurelose e rinite atrófica), Klebsiella spp, Erysipelothrix rhusiopathiae (erisipela), Bordetella bronchiseptica (rinite atrófica) e Clostridium spp (tétano, enterotoxemia, botulismo).

Em Bovinos, Ovinos e Caprinos: Infecções dos tratos geniturinário, respiratório, digestivo, além de outras localizadas ou sistêmicas causadas por: Enterococcus spp, Shigella spp, Escherichia coli (colibacilose), Salmonella spp (paratifo dos leitões), Staphylococcus spp (não produtores de penicilinase), Streptococcus spp, Haemophilus spp, Corynebacterium spp, Proteus spp, Leptospira spp, Pasteurella spp (pasteurelose e rinite atrófica), Klebsiella spp, Clostridium spp (tétano, botulismo, carbúnculo sintomático, enterotoxemia e edema malígno) e Fusobacterium necrophorum (podridão dos cascos).

PRODUTOS

Ampicilina Veterinária Oral
Antibiótico bactericida de amplo espectro

Ampicilina ou ácido 6-[D-alfa-aminofenilacetamido] penicilânico é um antibiótico bactericida, semi-sintético, derivado do núcleo fundamental das penicilinas, o ácido 6-amino-penicilânico.

A Ampicilina anidra é bem absorvida pelo trato gastrintestinal. A Ampicilina é geralmente bem distribuída pelos órgãos, atingindo níveis terapêuticos nos rins, fígado, coração, pele, pulmões, intestinos, bile, ossos, próstata, peritônio e fluido sinovial. A penetração no líquido cefalorraquidiano e nos olhos ocorre somente em casos de inflamação.

A Ampicilina liga-se às proteínas plasmáticas para sua distribuição em aproximadamente 20%, principalmente à albumina. A Ampicilina é rapidamente e largamente excretada sob a forma ativa na urina, via filtração glomerular e secreção tubular. Uma pequena parte da droga é metabolizada, por hidrólise, para o ácido penicilóico (inativo), o qual é excretado pela urina.

INDICAÇÕES DO PRODUTO

Em Equídeos: Infecções dos tratos geniturinário, respiratório, digestivo, além de outras localizadas ou sistêmicas causadas por: Enterococcus spp, Shigella spp, Escherichia coli (colibacilose), Salmonella spp, Staphylococcus spp (não produtores de penicilinase), Streptococcus spp, Haemophilus spp, Corynebacterium spp, Proteus spp, Leptospira spp, Pasteurella spp, Klebsiella spp e Clostridium spp (tétano, botulismo).

Em Suínos: Infecções dos tratos geniturinário, respiratório, digestivo, além de outras localizadas ou sistêmicas causadas por: Enterococcus spp, Shigella spp, Escherichia coli (colibacilose), Salmonella spp (paratifo dos leitões), Staphylococcus spp (não produtores de penicilinase), Streptococcus spp, Haemophilus spp, Corynebacterium spp, Proteus spp, Leptospira spp, Pasteurella spp (pasteurelose e rinite atrófica), Klebsiella spp, Erysipelothrix rhusiopathiae (erisipela), Bordetella bronchiseptica (rinite atrófica) e Clostridium spp (tétano, enterotoxemia, botulismo).

Em Bovinos, Ovinos e Caprinos: Infecções dos tratos geniturinário, respiratório, digestivo, além de outras localizadas ou sistêmicas causadas por: Enterococcus spp, Shigella spp, Escherichia coli (colibacilose), Salmonella spp (paratifo dos leitões), Staphylococcus spp (não produtores de penicilinase), Streptococcus spp, Haemophilus spp, Corynebacterium spp, Proteus spp, Leptospira spp, Pasteurella spp (pasteurelose e rinite atrófica), Klebsiella spp, Clostridium spp (tétano, botulismo, carbúnculo sintomático, enterotoxemia e edema malígno) e Fusobacterium necrophorum (podridão dos cascos).

MODO DE USAR:
Para ser utilizado por via oral.

Preparo da Suspensão: Adicionar água potável ao frasco, até aproximadamente metade da altura do rótulo e agitar vigorosamente, até obter uma suspensão homogênea. Em seguida, completar o volume até a marca indicada no rótulo (60 mL), agitando novamente.

Potros, Leitões, Bezerros, Cordeiros e Cabritos: administrar a suspensão reconstituída na dose de 10 mg/kg de peso corporal, ou seja, 1 mL para cada 2,5 kg de peso corporal, duas a três vezes ao dia, durante 7 dias. O produto reconstituído mantém sua atividade durante 14 dias, quando conservado sob refrigeração. Quando conservado em temperatura ambiente o produto mantém-se estável por 7 dias. Recomenda-se a continuidade do tratamento por no mínimo 48 horas após o desaparecimento do quadro clínico.

APRESENTAÇÃO
Frasco contendo 50 g de pó para reconstituição.

EMBALAGEM:
24 unidades
Powered by Doctus Tecnologia. Todos os direitos reservados.